Google+ Cinema e Mídia: O Segredo dos seus olhos

Social Icons

twitterfacebookgoogle plusrss feedemail

segunda-feira, dezembro 26, 2011

O Segredo dos seus olhos


O vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro de 2010, o argentino O Segredo dos Seus Olhos deve ganhar uma adaptação americana com Denzel Washington no papel principal. Ainda que dificilmente alcance a bela atmosfera criada na obra, não deixa de ser um reconhecimento ianque, tal qual aconteceu com o sueco Os Homens que não Amavam as Mulheres e pode acontecer com o sul-coreano Oldboy.

A trama argentina tem ares de filme policial, pois o pano de fundo é a investigação de um crime brutal (estupro seguido de morte) que um inconformado oficial de justiça, Espósito, interpretado pelo sempre brilhante Ricardo Darin, quer, a todo custo, encontrar o suspeito. No entanto há muita dificuldade, principalmente no período da presidência do país pela conservadora de ultra-direita Isabelita Perón.

Mas é o drama e o  quase  romance que se apegam mesmo a história, que até faz mais sentido pelo belíssimo nome do filme. Pois a principal motivação do personagem de Darín é o incontestável amor do marido pela vítima assassinada. Um amor incondicional que Espósito também tem pela promotora Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), mas que por não se julgar a altura da moça, jamais consegue se declarar. E quando enfim surge uma oportunidade, outro crime força Espósito a um exílio forçado de muitos anos, e ele se separa de seu grande amor.

Além da beleza e sinceridade da trama, em vários momentos fica-se a impressão de que Espósito é um banana, a reconstrução de uma Argentina da década de 70 do século passado é um alento para os olhos apesar do figurino cafona normal da época. A fotografia em tons amarronzados ajuda a criar um clima melancólico necessário. Em especial as cenas em um estádio de futebol conseguem dar uma sensação digna de thriller de ação, mas sem se desvirtuar de toda a proposta do filme.

Vale a pena ainda citar o colega de trabalho de Espósito, o alcoólatra Pablo Sandoval (Guillermo Francella) um personagem que consegue ser ao mesmo tempo o alívio cômico, um guia moral e, sobretudo, por uma das cenas mais impactantes da história, ao lado do desfecho do crime, que é surpreendente e irretocável.

Apesar de um ou outro deslize, como as poucas provas que levaram a encontrar o suspeito estuprador e assassino, O Segredo dos Seus Olhos é um dos melhores filmes argentinos que já assisti. Um destaque a ser reconhecido é que as últimas produções de lá que tem chegado aqui no Brasil mostram que eles sabem usar da cartilha Hollywoodiana para atrair um público maior mas sem deixar de lado a qualidade de um cinema mais autoral. Este filme em particular me lembrou produções de David Fincher e Clint Eastwood por esses mesmos quesitos.

A rivalidade do Brasil com a Argentina se dá muito pelo futebol, mas é no cinema que, de fato, está a nossa maior concorrência.

Direção: Juan José Campanella
Elenco: Ricardo Darin, Soledad Villamil, Pablo Rago, Javier Godino
Roteiro: Eduardo Sacheri e Juan José Campanella, baseado em livro de Eduardo Sacheri
Origem: Argentina / Espanha
Estreia: 2009


2 comentários:

Película Criativa disse...

Filme belíssimo. O melhor lançado em 2009!
Parabéns pelo blog, já estou seguindo!

Andre Alves disse...

Salve. de fato é belíssimo. Pena que, apesar da recomendação de um grande amigo, eu tenha demorado a assistir.
Mas mesmo assim valeu muito a pena!

 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.